sábado, 29 de setembro de 2012

Gesso em casa! O que fazer???

PROJETOS COM GESSO - 10 COISAS QUE VOCÊ PODE E NÃO PODE FAZER!!!



São muitos os detalhes de decoração que ajudam a compor um ambiente lindo, elegante e funcional, e nos últimos anos os projetos em gesso vêm ganhando grande destaque, por apresentarem todas essas características. Por isso, neste mês a arquiteta Letícia Reigada foi a convidada da revista Em Casa para dar suas dicas sobre o assunto. “O gesso é uma alternativa econômica para revestimento em paredes de alvenaria ou em substituição às mesmas, e na decoração de ambientes. Sua vantagem se deve à facilidade, versatilidade (recortes, curvas etc.), rapidez de instalação e secagem em poucas horas. Com ele podem-se fazer rebaixamentos de tetos, molduras, galerias para cortinas, estantes, prateleiras, nichos, rodapés, divisórias etc.. A tendência hoje para aplicação de gesso é a simplicidade, sem o exagero nos desenhos ou detalhes rebuscados”, esclarece. Confira agora as dicas da profissional:

10 COISAS QUE RECOMENDO
1. Utilizar forro de gesso para distribuir a iluminação dos ambientes, que deve ser pensado juntamente com o projeto luminotécnico, planejando os detalhes que valorizem o ambiente.

2. Antes da aplicação do forro, contratar um técnico eletricista para distribuir toda a fiação elétrica e/ou cabos de som e, se houver ar-condicionado, a tubulação também deverá ser instalada antes.

3. Aproveitar a utilização do forro de gesso para incluir alguns detalhes e desenhos diferentes, com cortes e molduras, ao invés de usar apenas o gesso liso.

4. Usar desenhos no forro para delimitar os ambientes, assim é possível separar, por exemplo, o espaço da sala de jantar e de estar de uma forma sutil.

5. Para um melhor acabamento, o projeto de forro deverá prever molduras ou tabica (espaço de 2 cm entre a parede e o forro).

6. Procurar conhecer os trabalhos já executados pela empresa a ser contratada para aplicar o gesso, a fim de avaliar a qualidade do serviço.

7. Verificar se a empresa contratada encarrega-se da remoção do entulho, ou se ficará a cargo do cliente a contratação de uma empresa fornecedora de caçamba que dê o destino correto ao resíduo produzido.

8. Liberar o espaço de trabalho e forrar o piso com papelão ondulado, além de solicitar ao gesseiro que limpe o local após a execução da obra.

9. Trabalhar com rebaixo de teto de 15 cm no mínimo, para que se possa utilizar iluminação embutida.

10. Contratar um bom profissional de pintura, para que o gesso tenha um bom acabamento.



10 COISAS QUE NÃO RECOMENDO

1. Deixar móveis, objetos e cortinas no local, mesmo que protegidos, uma vez que a aplicação de gesso gera muita sujeira.

2. Executar a aplicação do forro e somente depois pensar na iluminação do ambiente.

3. Trabalhar com molduras “meia-cana” (acabamento arredondado entre o teto e a parede) ou trabalhar todo o ambiente com sancas abertas, pois essas não são mais tendências.

4. Usar molduras de gesso muito grandes em ambientes pequenos.

5. Fixar lustres pesados diretamente no forro.

6. Pendurar grandes quadros ou TV em paredes de gesso que não tenham sido reforçadas.

7. Pintar o gesso sem que esteja completamente seco, e sem antes aplicar o fundo especial para gesso.

8. Contratar equipes não especializadas, principalmente para trabalhos com forro ou paredes de gesso 
acartonado (drywall).

9. Contratar a empresa de gesso sem um projeto elaborado por um profissional da área de arquitetura ou design de interiores.

10. Contratar o serviço de gesso levando em conta apenas o orçamento. A qualidade dos serviços e conhecimento técnico, bem como o cumprimento de prazos estipulados devem ser os diferenciais no momento da escolha do profissional. E muito importante também é a referência da empresa. Tente consultar outros clientes e saber de suas experiências.

Espero que gostem das dicas!!!

Reações:

0 comentários:

Entre em contato conosco!!!!

Telefone para contato: (11) 97091-8923 Ricardo
E-mail: atendimento@modernagesso.com.br